Comunicado – Igreja Batista em Casa Verde

 

Queridos irmãos,

Comunicamos que não teremos nossos cultos públicos nas próximas semanas, seguindo determinação das autoridades com o propósito de evitar eventos públicos por conta no novo coronavírus.

Sem dúvida não é uma questão fácil, porque cremos verdadeiramente que não há evento mais importante sobre a face da terra do que um culto a Deus. É o evento onde o Salvador é apresentado aos homens, e o Seu evangelho é pregado para que almas sejam salvas para a eternidade.  Nenhum outro evento pode se comparar a isso em grau de importância… e se os homens podem questionar isso agora, um dia, depois de sua partida deste mundo, todos enxergarão isso de forma cristalina (infelizmente muitos com profunda tristeza por não terem entendido que Deus é digno de todo o louvor).

 “Salmos 84:1.  Quão amáveis são os teus tabernáculos, ó Senhor dos exércitos! 

A minha alma suspira! sim, desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo. 

Até o pardal encontrou casa, e a andorinha ninho para si, onde crie os seus filhotes, junto aos teus altares, ó Senhor dos exércitos, Rei meu e Deus meu . 

Bem-aventurados os que habitam em tua casa;  louvar-te-ão continuamente. 

Bem-aventurados os homens cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos altos.

Em contrapartida, somos ensinados pelas escrituras a sermos prudentes e obedientes às autoridades humanas (Tito 3:1 – Admoesta-os a que se sujeitem aos principados e autoridades , e lhes obedeçam, e estejam preparados para toda a boa obra).

Mais importa obedecer a Deus do que aos homens, é verdade.

Entretanto Deus não nos pediu que enfrentássemos o bom senso quando temos uma pandemia, e sim que enfrentemos a oposição ao evangelho.

É dever nosso como cristãos, pensarmos no bem do próximo e sermos exemplo para a sociedade em dias nos quais podemos contribuir. Se as autoridades estivessem proibindo o culto a Deus por oposição ao verdadeiro evangelho, nós seriamos chamados a resistir, e sofrer pelo evangelho…

“Mateus 5:10-12 – Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;  Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.  Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus;”

Mas o pedido das autoridades segue o bom senso e o bem comum, e devemos fazer a nossa parte.

Por fim cremos que temos algo poderoso nas escrituras para nos ajudar nesta hora: o próprio exemplo do Senhor Jesus quando tentado no deserto.

Mateus 4 descreve que Satanás tentou a Jesus lhe sugerindo que desnecessariamente exibisse que estava sob a proteção de Deus, se lançando de grande altura.  Tão ousado que foi, citou a Bíblia em sua sugestão (e com isso somos ensinados que toda a escritura deve ser avaliada cuidadosamente , dentro do contexto correto e aplicação correta). Disse Satanás: “Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo;  porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, e tomar-te-ão nas mãos, para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra.”, e Jesus respondeu: “Também está escrito: Não tentarás ao Senhor teu Deus”.

Sim! Definitivamente estamos sob total cuidado do Senhor, e nenhum cabelo cairá de nossas cabeças sem a permissão dEle.  Isso é refrigério para nós nestes dias… e confiamos no Seu Amor. Mas não somos chamados a desafiar a leis criadas por Deus…  seja da física (nos lançando de grande altura pra que Deus nos salve), ou da biologia (entrando em contato com um virus perigoso para que Deus nos salve) – quando podemos evitar.  Eis o ensino do Senhor Jesus: Não tentarás ao Senhor teu Deus!

Quando você precisar sair e trabalhar, Deus cuidará de você.  Quando pode ficar em casa, então é seu dever ser prudente e não tentar ao Senhor!

Por isso ficaremos em nossas casas nestes próximos dias de culto – não como se não estivéssemos cultuando a Deus… mas cultuando a Deus em nossos lares.

Por isso algumas recomendações aos irmãos, nesta primeira meditação bem prática sobre este período difícil, clamando a Deus que nos fortaleça e nos edifique nestes dias:

  1. Usem os horários de culto para cultuar a Deus em seus lares, com suas famílias. Se você está sozinho, faça o seu culto a Deus!“ Romanos 12:1-2. Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
  2. Creio firmemente que temos uma grande lição para aprendermos com Deus nestes dias. Menos preocupação com as coisas materiais, e mais tempo e dedicação às coisas espirituais. Então orem a Deus “mais do que nunca”.. no exercício da piedade! Temos que sair desta situação diferentes do que entramos. Deus tem seus propósitos em todas as coisas!  I Timóteo 4:6-9. Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Cristo Jesus, nutrido pelas palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido; mas rejeita as fábulas profanas e de velhas. Exercita-te a ti mesmo na piedade. Pois o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, visto que tem a promessa da vida presente e da que há de vir. Fiel é esta palavra e digna de toda aceitação.
  3. Obedeçam a todos os pedidos das autoridades – exceto se forem abertamente contra a nossa fé (Particularmente não vi este caso ocorrer na situação atual):  A – Não esperamos ver cristãos estocando desnecessariamente máscaras se não precisam, comprando remédios loucamente que não tem recomendações de uso. Isso não se alinha com o principio cristão de “amar o próximo como a si mesmo”. Devemos demonstrar que pensamos nos outros;  B -Fiquem em isolamento social, especialmente os mais idosos, mas não apenas. C – Sigam as recomendações dos especialistas quanto à higiene; D -Irmãos mais velhos, um pedido especial a vocês: peçam ajuda se precisarem de algo que não pareça urgente e que alguém mais jovem pode fazer para lhes ajudar (como mercado, feira, farmácia, etc.); E -Cumpram o seu dever, mas coloquem sua confiança e esperança em Deus!
  1. Salmo 62:1 e 5: “A minha alma espera somente em Deus; dele vem a minha salvação. Ó minha alma, espera somente em Deus, porque dele vem a minha esperança”. 
  2. 4 – Ocupem o tempo e criem rotinas em casa, especialmente com as crianças:
  3. I) Importante termos ocupação nestes dias. Manter a diferença de cada dia. Domingo é o dia do Senhor, e não é porque estaremos em casa, que vamos usar para trabalhar, estudar, limpar a casa, etc…reserve este dia para meditar na Palavra de Deus, orar, e louvar a Deus! Em contra-partida, de segunda a sexta, não é dia de descanso, então procurem estabelecer atividades que ocupem parte do dia e ensinem algo novo.
  4.  II) Durante a semana, busquem ter horários para que as crianças estudem, para leitura (adultos e crianças), para trabalhar (aqueles que estão em home office), para ensinarem as crianças em atividades domésticas, e quem sabe até para estudarem online aquilo que normalmente não conseguem fazer (um curso por exemplo que seja gratuito pela internet). Creio que podemos trocar informações entre famílias sobre o que estamos fazendo para ocupar saudavelmente nossos filhos neste dias…
  5. III) Vamos planejar interações on-line. O isolamento social é duro para adultos, e ainda mais para as crianças…de forma razoável e comedida, pode ser uma boa ferramenta nestes dias.
  6. IV) No final, evitem que as crianças fiquem o dia inteiro na frente da televisão ou no celular…certamente não lhes fará bem.
  7. V ) Estabeleçam propósitos para as próximas semanas: Aprender algo novo – Façam as coisas com sabedoria, disciplina e entendimento!
  8. Provérbios 23:23. “Compra a verdade, e não a vendas; sim, a sabedoria, a disciplina, e o entendimento.”
    1. 5 – Vamos orar uns pelos outros – e juntos (embora separados). Convoco os irmãos a estarem orando nesta semana, todos os dias, por aquilo que listamos abaixo, e que os demais irmãos queiram acrescentar. Na quarta-feira buscaremos fazer uma reunião de orações online:
    2. 5a)Por nossos irmãos da área de saúde e por todos os profissionais desta área em nosso país;
    3. 5b) Por nossos irmãos mais velhos, e por sua saúde;
    4. 5c) Por nossos irmãos que precisam permanecer trabalhando fora de casa – sendo bons cumpridores de suas tarefas, e pedindo que Deus lhes guarde;
    5. 5d) Por irmãos que trabalham em áreas de necessidade básica (não apenas saúde, mas em atividades que garantem abastecimento de água, energia, alimentos, Logística, telecomunicações e sistema financeiro)… precisamos de todas estas coisas funcionando bem para que nossa vida permaneça em ordem;
    6. 5e) Por irmãos que tenham sua atividade financeira atingida – pelos quais a igreja não só estará orando, mas também apoiando para que não tenham falta de nada básico. Isso não apenas na igreja em Casa Verde (nossa compromisso nro 1 como um Corpo Local em Cristo), mas por nossos irmãos de outras igrejas com os quais possamos contribuir financeiramente se estiverem em maiores aflições;
      1. 6 –
      2. Vamos atualizar os irmãos pelo grupo da igreja de WhatsApp sempre que algum de nossos irmãos ou seus familiares não estiverem bem.
      3. Por fim, algo menos aberto e nítido para meditarmos. É um estudo pessoal que dividirei com os irmãos em breve:Não sabemos o propósito de Deus p/ essa pandemia. Sabemos que há um propósito. Sabemos que tudo o que Ele faz tem Sua Santidade, Sua Justiça e Seu Amor presentes.
      4. Meditemos sobre o propósito de Deus para essa situação. Minha oração a Deus é para que tal situação seja para reavivamento do evangelho. Para que os homens sejam quebrantados, e reconheçam a soberania de Deus. Tenho pedido a Deus por mais um período de misericórdia dEle sobre a humanidade, quebrantando corações para receberem o evangelho. Orem para que se descubram vacinas, remédios, e outras coisas, e que exaltem a Deus com toda a glória quando lhes for perguntado algo sobre tais coisas.

 2 João 1:3. Graça, misericórdia, paz, da parte de Deus Pai e da parte de Jesus Cristo, o Filho do Pai, serão conosco em verdade e amor.